Defesa de Lula sofre derrotas na Justiça. Foto: Divulgação/Teixeira, Martins & Advogados

Atitude da defesa de Lula causa irritação em dirigentes do PT

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontra dificuldades com acertos na Justiça. Em tentativas em vão, julgamentos são cancelados, pedidos da defesa ignorados, e o discurso contra Sergio Moro não chama atenção. Em meio as dificuldades, dirigentes do Partido dos Trabalhadores estão olhando os advogados com desprezo. As falhas da defesa levam irritação e questionamentos na cúpula do partido.

Neste últimos dias, a defesa de Lula entrou com diversos pedidos para julgamento no Supremo Tribunal Federal. No entanto, um posicionamento do Tribunal Regional Federal da 4° Região, que condenou Lula em 12 anos e um mês, impediu que ocorresse a discussão em liberdade de Lula no Supremo. Com mais uma derrota, Lula ficará mais tempo na cadeia.

Segundo informações do jornalista Cláudio Humberto, a cúpula do PT não tem mais esperanças de ver Lula solto. Uma das estratégia dos advogados começou a ser questionada e trouxe irritação.

Petistas estão criticando advogados de fazerem a chamada “defesa política”. Ou seja, em vez de Cristiano Zanin, Ricardo Teixeira e Sepúlveda Pertence – advogados que compõem a equipe de Lula – se preocuparem em defender os autos, eles estão se importando com o falatório apresentado em jornais e revistas.

Lula gosta da defesa

Mesmo preso, o líder do PT demonstra apreço pelos seus defensores. Quem visita Lula garante que o petista acredita em seus advogados. Ao que tudo indica, a situação do petista é tão complicada que ele mesmo percebe que não há milagres.

Um dos advogados que mais recebem elogios é Roberto Teixeira, o sogro de Cristiano Zanin.

Redatora do Brasil no Ato

Nasceu em 03 de agosto de 1993.

Formada em Gestão Financeira pela Umesp (Universidade Metodista de São Paulo-SP).

Colaboradora no site Blasting News e Blasting Pop

Talita preza pela informação relevante e com qualidade.

 

email: talita.cari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8494 2499

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *