Vitória de Temer: Congresso reduz número de ministérios

O presidente da República, Michel Temer, obteve uma vitória extremamente significativa no Congresso Nacional. A votação no Senado Federal ocorreu na noite desta quinta-feira (08). A sessão foi responsável por analisar a medida provisória do governo Temer, com o objetivo de reduzir o número de ministérios e  desta forma, enxugar a máquina pública federal. Entretanto, o governo Temer enfrentou resistências da oposição, que tentou a todo custo, impedir que a medida provisória de redução dos ministérios fosse aprovada. A oposição formada, principalmente pelo PT, tentou implementar manobras regimentais, além de críticas, porém, sem sucesso.

O Palácio do Planalto foi hábil em  unir sua base aliada, especialmente numa quinta-feira pós-feriado de 07 de setembro. Além disso, conseguiu-se diluir os riscos de não se aprovar a MP, já que o País está próximo das eleições municipais. A presença expressiva de senadores e as reuniões do período da manhã, favoreceram o acordo para votação. O ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, esteve no Senado para conversar com o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Jucá é o relator da proposta no Senado Federal e um dos principais aliados do presidente Temer.

Medida Provisória 726

A medida provisória de número 726, foi aprovada por 44 votos a favor, 6 contra e 1 abstenção. Agora, irá à sanção presidencial. A medida reduz o número de ministérios de 32 para 26, além de extinguir cargos e funções comissionadas. Petistas tentaram ainda, apresentar destaques que recriavam o Ministério da Previdência, que foi incorporado ao Ministério da Fazenda. Outro destaque petista, tentava derrubar a incorporação pelo Ministério da Justiça, de secretarias dos Direitos Humanos, das Mulheres e da Igualdade Racial. Essas secretarias tinham status de ministérios durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Com a aprovação da MP, o governo Temer consegue eliminar gastos excessivos da máquina pública federal. A oposição petista ficou inconformada com a derrota em plenário.

Diretor de Redação do Brasil no Ato

Nasceu em 11 de julho de 1979.

Graduado em Jornalismo pela Uscs (Universidade Municipal de São Caetano do Sul-SP).

Leandro atua na área da Comunicação Social e é idealizador do site Brasil no Ato.

Realiza trabalhos jornalísticos e de locução para empresas.

Dentre os cursos realizados, destaca-se o curso de Locutor Noticiarista de Televisão, pelo Senac.

Atua com o propósito de implementar um jornalismo sério, independente e com credibilidade.

 

E-mail: leandrocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8747 0146

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *