CPI Lava Toga
CPI da Lava Toga deverá ser protocolada nesta terça (19), pelo senador Alessandro Vieira, ao atingir 29 assinaturas para a instalação

Senador Alessandro Vieira garante que CPI Lava Toga vai ser protocolada nesta terça

O senador Alessandro Vieira, do PPS de Sergipe, foi contundente ao afirmar que será protocolada a CPI Lava Toga, já nesta terça-feira (19). O parlamentar é o grande idealizador da criação dessa comissão. Contudo, já foram alcançadas 29 assinaturas, duas a mais do que o número mínimo regimental para a instalação.

Um dos principais alvos da CPI deverá ser o “ativismo judicial” nas cortes superiores do país. Dentre os principais alvos, está o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Entretanto, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, por ora, não deu mostras de apoio à criação da CPI.

Manifestações de domingo apontam apoio à CPI Lava Toga

O senador Alessandro Vieira afirmou que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, não havia colocado empecilhos à criação da CPI dos Tribunais Superiores. Entretanto, Vieira foi taxativo, ao afirmar que não caberia ao presidente da Casa “fazer juízo de valor sobre instalar ou não uma CPI”.

Ainda, ao se contrapor ao que pensa o presidente do Senado, Alessandro Vieira afirmou, no entanto, que não cabe a tese de suposta crise institucional. Pois, segundo ele “não existiria crise entre Poderes”.  E concluiu: “a crise que existe é dos poderosos que estão se sentindo ameaçados, que se achavam acima de qualquer alcance da lei e que, hoje, no entanto, se escondem atrás das respectivas instituições”.

Vieira se preocupa ainda, em fazer andar a pauta legislativa. Porém, com a possibilidade de investigação de fatos considerados específicos. Contudo, o PT decidiu por não assinar a criação da comissão. Os seis senadores do partido fecharam questão quanto a isso. O partido tem sido atingido por graves esquemas de corrupção. Dentre os presos da Operação Lava Jato, está o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. O petista já chegou a ser beneficiado algumas vezes por decisões tomadas no STF.

 

 

Diretor de Redação do Brasil no Ato

Nasceu em 11 de julho de 1979.

Graduado em Jornalismo pela Uscs (Universidade Municipal de São Caetano do Sul-SP).

Leandro atua na área da Comunicação Social e é idealizador do site Brasil no Ato.

Realiza trabalhos jornalísticos e de locução para empresas.

Dentre os cursos realizados, destaca-se o curso de Locutor Noticiarista de Televisão, pelo Senac.

Atua com o propósito de implementar um jornalismo sério, independente e com credibilidade.

 

E-mail: leandrocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8747 0146

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *