Deltan
Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato

Políticos buscam STF para tentar barrar procuradores da Lava Jato na disputa da PGR

Grupos de políticos que formam o “centrão” do governo estão discutindo recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). O motivo, segundo informações do portal G1, é para barrar os procuradores da Operação Lava Jato na disputa da Procuradoria-Geral da República. Os políticos querem que o Supremo entenda que apenas subprocuradores possam assumir a chefia da PGR.

O pedido dos políticos, caso seja protocolado, poderá causar alterações na indicação do presidente Jair Bolsonaro. Desta forma, Bolsonaro não poderia indicar um procurador da Lava Jato, tendo então lista restrita de nomes. Em setembro, o presidente irá escolher novo nome para assumir Procuradoria no lugar de Raquel Dodge.

Conforme noticia o G1, estes mesmo políticos que são contra a indicação de nome da Lava Jato, apoiam a Reforma da Previdência. As cúpulas do “Centrão” obtém a maioria no Congresso, então buscam fazer uma troca. Contudo, o objetivo é apoiar a reforma visando que Bolsonaro não indique nenhum procurador da Lava Jato para a PGR.

O G1 evidenciou o texto colocado em análise ao STF. Os políticos citam no pedido o afastamento do “entendimento inconstitucional” do Supremo. Então, querem o cancelamento da decisão de que qualquer integrante de carreira no Ministério Público Federal possa ocupar cargo como Procurador-Geral. O pedido ainda visa a derrubada de três artigos da Lei, que enfatizam a organização do Ministério Público para a escolha do cargo.

No texto, foi frisado que subprocuradores indicados para o mais alto cargo é algo costumeiro no Brasil. Então, políticos indicam que está regra é seguida desde 1988.

Deltan Dallagnol

O coordenador da força-tarefa da Lava Jato e procurador da República, Deltan Dallagnol, é apontado como um dos nomes para a Procuradoria. Dallagnol ganhou grande visibilidade após apontar Lula como o chefe de uma organização criminosa. Posteriormente, o petista foi preso por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Deltan Dallagnol trabalhou ao lado do ministro da Justiça, Sérgio Moro, quando o mesmo assumia cargo de juiz federal em Curitiba, Paraná. Recentemente, Dallagnol começou a ser cogitados como um dos nomes para assumir vaga na Procuradoria.

 

 

 

Redatora do Brasil no Ato

Nasceu em 03 de agosto de 1993.

Formada em Gestão Financeira pela Umesp (Universidade Metodista de São Paulo-SP).

Colaboradora no site Blasting News e Blasting Pop

Talita preza pela informação relevante e com qualidade.

 

email: talita.cari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8494 2499

Fonte: G1
Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *