Planos anti-Moro e anti-Deltan é avaliado pelos parlamentares
Planos anti-Moro e anti-Deltan é avaliado pelos parlamentares

Planos anti-Moro e anti-Deltan mexem com parlamentares

Os parlamentares que formam o grupo do famoso Centrão estão se preparando para colocar mais freios no ministro da Justiça e da Segurança Pública Sérgio Moro, e no procurador da República, Deltan Dallagnol. Conforme divulgado pelo site O Antagonista, por trás dos bastidores estão sendo criados dois planos: o plano anti-Moro e o plano anti-Deltan.

De acordo com as informações também veiculadas no site O Estadão, os parlamentares querem criar um tipo de “quarentena eleitoral para juízes, procuradores e policiais”. O objetivo seria que todos os mencionados que quiserem se tornar políticos, devem abandonar os seus cargos pelo menos dois anos antes do pleito.

Paulinho da Força, que já apareceu nas planilhas da Odebrecht com o codinome Boa Vista, decidiu ir mais longe ainda. Supostamente para impedir uma possível candidatura de Sérgio Moro em 2022, ele defende uma quarentena de cinco anos para esses mencionados no texto.

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *