Sérgio Moro está na linha de tiro e é alvo dos parlamentares, segundo revista
Sérgio Moro está na linha de tiro e precisa se fortalecer

Moro está sob ataque e vive suposta sabotagem no Congresso

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, precisa se fortalecer diante de tantos obstáculos que estão aparecendo a sua frente. Conforme informou uma reportagem de Caio Junqueira, da revista Crusoé, o Congresso Nacional tenta sabotar o ex-magistrado que conduziu a Operação Lava Jato. Sérgio Moro está começando a entender a “sujeira” que envolve o cenário político brasileiro. O pacote anticrime é visto com menosprezo por vários parlamentares. Na verdade, o ódio que alguns tem de Moro é maior do que projetos importantes que podem ajudar o Brasil.

Conforme a matéria divulgada, a população aguarda um desfecho do Congresso que seja a favor do pacote anticrime. Os altos índices de violência assustam e algo precisa ser feito em caráter de urgência no país. Entretanto, Moro precisa de suporte. Ele precisa ser fortalecido para que as medidas sejam colocadas em prática. No entanto, há várias tentativas de enfraquecê-lo.

Violência e corrupção

O incentivo ao combate à corrupção e à violência foi um dos pontos que levou Jair Bolsonaro a vencer as eleições. O convite do mandatário brasileiro a Moro para chefiar a Justiça é uma prova disso.

No entanto, resta saber até quando Sérgio Moro pretende se manter no cargo. Se ele não conseguir pôr em prática os seus objetivos, o governo pode perder um grande ministro. Tentam tirar do ex-magistrado o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) e a Segurança Pública. Em suma, o ex-magistrado está sob ataque e é alvo de parlamentares que estão sendo investigados em crimes de corrupção.

 

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *