Moro e Gilmar se manifestam sobre projeto de abuso de autoridades
Moro e Gilmar se manifestam sobre projeto de abuso de autoridades

Moro e Gilmar em visões opostas sobre lei do abuso de autoridades

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, se manifestou sobre a decisão dos parlamentares de aprovarem na Câmara o projeto de criminalização contra abuso de autoridades. Para o ex-magistrado da Operação Lava Jato, há a necessidade de que vários itens sejam vetados pelo presidente Jair Bolsonaro. O ministro afirmou que tudo tem que ser bem analisado para que não prejudique as atuações de juízes, procuradores e delegados.

Moro enalteceu que ninguém é a favor de abusos. Entretanto, não se pode aprovar algo que deixa os policiais com incertezas em suas ações frente ao crime. O ministro citou como exemplo de grave problema, as novas regras aprovadas sobre o uso de algema. No caso, se um policial fizer uma avaliação errada do uso da algema, ele terá que enfrentar um processo. Moro não concorda com este trecho pois criminaliza a atividade policial.

Gilmar fala em “remédio”

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, vê o projeto de abuso de autoridades como um “remédio”. Para ele, há muitos abusos sendo cometidos e essa lei aprovada no Congresso pode dar um basta nisso.

Segundo Gilmar, quem está no poder tende a abusar e, diante disso, o melhor remédio é a punição.

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *