Rede Globo voltou a provocar Bolsonaro em quadro do Fantástico
Globo volta a atacar Bolsonaro

Globo volta a provocar Bolsonaro no Fantástico

A Rede Globo voltou a atacar o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, com o quadro do “Fantástico”: “Isso a Globo Não Mostra”. O canal carioca aparenta não possuir boas relações com o mandatário brasileiro. Ambas as partes vivem diversos confrontos. Dessa vez, a emissora tentou ridicularizar o presidente ao citar frases de grandes líderes políticos sobre os desastres que já aconteceram no mundo.

A matéria começou com as declarações do presidente da França, Emmanuel Macron, após a catedral histórica de Notre Dame, na França, ter sido alvo de um incêndio. Em seguida, foi citado uma manifestação do presidente do Chile, Senastián Piñera, no ano de 2010, quando 33 mineiros acabaram sendo soterrados no país.

Continuando o quadro, a Globo mostrou um depoimento do ex-presidente dos Estados Unidos, George Bush, após o atentado às torres gêmeas, em 2001. Entretanto, ao chegar a vez do Brasil, a emissora apelou. Ela preferiu colocar na reportagem uma declaração de Bolsonaro durante campanha eleitoral, no ano passado. Na época, o Museu Nacional do Rio de Janeiro foi tomado por um incêndio. Ao ser questionado sobre tal fato, o presidente disparou: “Já tá feito, já pegou fogo, quer que eu faça o que?”. 

Desastres no mundo

O mandatário brasileiro se pronunciou sobre os desastres recentes que ocorreram no mundo. Sobre a catedral de Notre Dame, Bolsonaro lamentou profundamente. Em nome dos brasileiros, ele afirmou que o local é um dos maiores símbolos da espiritualidade cristã.

Bolsonaro também comentou sobre os atentados no Sri lanka, ocorridos no domingo de Páscoa (21). Ele condenou os atos cruéis. No entanto, a Globo não citou nenhum desses comentários do presidente. Vale ressaltar que o quadro esteve voltado para declarações de presidentes sobre tragédias ocorridas em seus próprios países.

O quadro exibido no Fantástico mostra fatos acontecidos na semana e traz um pouco de humor aos telespectadores. No entanto, desastres nunca podem ser olhados com ares de humor. Até o momento, nenhuma das partes comentou o episódio. Em suma, a guerra entre o presidente e a Globo ainda tem chão pela frente. O presidente tem criticado a imprensa por diversas vezes.

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *