ONU
Reunião na Organização das Nações Unidas (ONU)

Diplomacia brasileira constrange defensora dos Direitos Humanos na ONU

Em Viena, Áustria, um momento constrangedor ocorreu na Organização das Nações Unidas (ONU). Conforme informações do portal “Época”, nesta semana está acontecendo a 62° edição da Comissão de Drogas Narcóticas. Contudo, falas da brasileira Luciana Zaffalon, uma das representantes da Plataforma Brasileira de Política de Drogas, não agradou um policial federal presente.

Luciana Zaffalon apresentou dados dos meses de fevereiro e julho de 2018, evidenciando que ocorreram 736 mortes conforme intervenção federal no Rio de Janeiro. Zaffalon quis mostrar que o índice de mortes aumentaram em 35% por conta da intervenção. Além do mais, fez relação da morte da vereadora Marielle Franco com milicianos.

As falas de Zaffalon não agradaram Elvis Aparecido Secco, coordenador-Geral de Polícia de Repressão a Drogas e Facções Criminosas. O homem interrompeu o discurso e enfatizou o seguinte: “Você está falando de pessoas, no geral. Para mim, a maioria são criminosos”. Com isso, continuou: “No Rio de Janeiro, há muito mais pessoas criminosas contra a Polícia do que pessoas inocentes”.

Após a situação, Luciana Zaffalon relatou constrangimento, já que a abertura para peguntas ficaria para o final de seu discurso. Ela ainda disse que isso mostra claramente a mudança de postura das Relações Exteriores do Brasil.

Mais constrangimento

Para completar a sessão e constranger ainda mais a Zaffalon, uma senhora entrou na sessão e defendeu o pacote anticrime proposto pelo ministro Sérgio Moro. A mulher é membro da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas e frisou a importância do projeto de Moro para a sociedade.

Na semana passada, também ocorreu bate-boca entre a embaixadora Maria Nazareth Azevêdo e Jean Wyllys. Os casos mostram a mudança de postura de representantes brasileiros na ONU no governo de Jair Bolsonaro.

 

Redatora do Brasil no Ato

Nasceu em 03 de agosto de 1993.

Formada em Gestão Financeira pela Umesp (Universidade Metodista de São Paulo-SP).

Colaboradora no site Blasting News e Blasting Pop

Talita preza pela informação relevante e com qualidade.

 

email: talita.cari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8494 2499

Fonte:Época
Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *