Battisti
Terrorista Cesare Battisti

Bolsonaro comemora confissão do terrorista Battisti e ataca PT

O presidente Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais para comentar a confissão do terrorista italiano, Cesare Battisti. Nesta última segunda-feira (25), o condenado confessou o assassinato de pelo menos 4 pessoas nos anos 70. Até então, Battisti afirmava ser vítima de uma perseguição e tinha o apoio de partidos de esquerda do Brasil.

No Twitter, Bolsonaro disse que Battisti é o “herói” da esquerda. Ainda, citou que o terrorista passou anos no Brasil vivendo em uma “colônia de férias” por causa do PT e partidos aliados. No entanto, a repercussão agora é com a confissão dos assassinatos. Battisti disse para a Justiça italiana que executou duas pessoas e mandou matar outras duas. Na época, ele integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo.

Interrogatório

O procurador Alberto Nobili, responsável pelo grupo antiterrorista da cidade de Milão, interrogou o terrorista. Contudo, confirmou que ele admitiu as responsabilidade pela morte de quatro pessoas. As vítimas foram um guarda carcerário, um militante, um agente de política e um joalheiro de Milão. Além do mais, o filho do joalheiro ficou paraplégico.

Outro ponto levantado foi que o terrorista utilizou suas próprias declarações de inocência para conseguir apoio da extrema esquerda. Este apoio veio principalmente do Brasil, na época representado pelo ex-presidente Lula.

Redatora do Brasil no Ato

Nasceu em 03 de agosto de 1993.

Formada em Gestão Financeira pela Umesp (Universidade Metodista de São Paulo-SP).

Colaboradora no site Blasting News e Blasting Pop

Talita preza pela informação relevante e com qualidade.

 

email: talita.cari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8494 2499

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *