Caçador é alvo de elefante e leões em parque da África do Sul
Caçador ilegal é alvo de elefante e leões em parque da África do Sul

Caçador é pisoteado por elefante e se torna refeição de leões na África

O Parque Nacional de Kruger, que fica na África do Sul, foi alvo de episódios de intenso terror conforme divulgado pela BBC News. Um caçador ilegal de rinocerontes entrou no parque e acabou sendo vítima de um elefante. Em seguida, foi comido por leões.

A guarda florestal foi avisada na terça-feira (02), sobre a tragédia com esse caçador. Outros caçadores avisaram à família da vítima que esse caçador havia sido pisoteado por um elefante e os parentes acionaram os guardas.

Foram realizadas buscas no local para tentar buscar o corpo do homem. No entanto, acharam, na quinta-feira (04), uma calça e um crânio humano. Em suma, o caçador foi alvo de alimento de leões. O parque enviou uma nota de pesar aos parentes.

Caçada ilegal

Muitos caçadores entram no parque ilegalmente para realizarem suas caças que, por muitas vezes, são voltadas a buscar chifres de rinoceronte. Segundo as autoridades, essa é uma decisão não inteligente. Entrar a pé em um parque desses é decretar a morte.

O Parque Nacional Kruger é alvo constante desse caçadores. Os chifres de rinoceronte são vendidos por um preço alto no mercado asiático. No sábado (06), autoridades aeroportuárias de Hong Kong, na China, apreenderam o maior chifre de rinoceronte dos últimos cinco anos. O chifre foi avaliado em US$ 2,1 milhões, o que equivale a R$ 8,14 milhões.

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *