No meio do caminho da PF estava a liminar de Dias Toffoli
Toffoli pode soltar Lula no dia 27 de agosto

Toffoli se prepara para soltar Lula mesmo com alerta de Moro

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, concedeu uma entrevista na semana passada à revista IstoÉ e falou sobre os vazamentos que envolveram diálogos entre ele e o procurador da República, Deltan Dallagnol. Para o ministro, um dos objetivos desses criminosos é suspender investigações da Operação Lava Jato e soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nesta semana, a revista Veja publicou uma entrevista do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Ele admitiu que Lula pode ser solto através de decisão da Segunda Turma do STF. Embora Moro tivesse feito o alerta, ministros da Corte tendem a cancelar prisões decretadas em segunda instância. Isso seria terrível para a Lava Jato.

Sérgio Moro disse à IstoÉ que a intenção dos hackers e divulgadores das conversas entre ele e Dallagnol é tentar buscar alternativas para mudar ou cancelar decisões da Lava Jato. A defesa de Lula, por exemplo, já acionou o Supremo por várias vezes pedindo a suspeição do ex-magistrado.

Se Toffoli confirmar o que foi dito em sua entrevista à Veja, Lula vai ser solto no próximo dia 27 de agosto. Isto acontecerá mediante o voto do ministro Celso de Mello se declarando contra a prisão em segunda instância. A impunidade pode voltar a vigorar no Brasil se nada for feito. Em suma, o STF pode declarar Moro suspeito. Todas as investigações seriam suspensas.

 

 

 

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *