Michel Temer
Ex-presidente Michel Temer

MPF rebate desembargador e pede que Michel Temer volte para cadeia

Nesta tarde de segunda-feira, 1° de abril, o Ministério Público Federal entrou com pedido para colocar novamente na cadeia o ex-presidente Michel Temer. Através da Operação Descontaminação, Temer e aliados foram presos por envolvimento em crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. Contudo, o ex-presidente chegou a ser apontado como “líder de uma organização criminosa” em decisão do juiz Marcelo Bretas.

Os procuradores do MPF colocaram disponíveis alternativas para a Justiça no caso. Caso os desembargadores não concordem com a prisão do político, o MPF frisa uma possível prisão domiciliar e proibição de contato com outros acusados.

Conforme entendimento dos procuradores, a decisão do desembargador Antonio Ivan Athié foi controversa. Em rebate, o MPF disse que Athié concedeu habeas corpus sem abertura jurídica necessária. Contudo, frisaram “inegável violação do princípio da colegialidade”. Entretanto, também enfatizam a ausência do debate com outros magistrados da primeira turma especializada.

O desembargador Athié cancelou o debate da concessão de habeas corpus na primeira turma. De forma monocrática, ele decidiu por soltar Temer e os demais acusados na ação.  Agora, o MPF apresenta as novas alternativas e espera novo posicionamento da Justiça. Dessa forma, Michel Temer poderá voltar para a cadeia.

Os procuradores frisam que discordam da alegação do desembargador Athié e alegam que há fundamentação concreta no caso.

Ação penal

O ex-presidente Michel Temer, juntamente com o ex-ministro Moreira Franco e mais cinco acusados respondem por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A prisão de Temer foi decretada pelo juiz da 7° Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas. O juiz federal chegou a declarar que Temer age há 40 anos como líder de uma organização criminosa. Segundo investigações, a soma dos valores de propina do suposto grupo de Temer chega a R$ 1,8 bilhão.

 

Redatora do Brasil no Ato

Nasceu em 03 de agosto de 1993.

Formada em Gestão Financeira pela Umesp (Universidade Metodista de São Paulo-SP).

Colaboradora no site Blasting News e Blasting Pop

Talita preza pela informação relevante e com qualidade.

 

email: talita.cari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8494 2499

Fonte: G1
Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *