O presidente em exercício, general, Hamilton Mourão, fala sobre diálogos vazados entre Moro e Dallagnol
Mourão disse que confia plenamente em Sérgio Moro e Dallagnol

Mourão avisa: ‘Se tiver que ir para a guerra, levo Moro e Dallagnol comigo’

O vice-presidente da República, general Antonio Hamilton Mourão, decidiu se manifestar sobre os diálogos vazados entre o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, e o procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol. O general disse que possui enorme confiança em Sérgio Moro e vê o ministro sendo alvo de um grave crime. Além disso, o vice questionou a legitimidade das mensagens divulgadas.

De acordo com Mourão, no Exército acontece da seguinte forma: “Se eu tiver que ir para a guerra, eu levo o Sérgio Moro e Deltan Dallagnol comigo”. A entrevista dele foi dada à rádio Guaíba, de Porto Alegre.

Segundo Mourão, as coisas foram divulgadas de uma forma indevida e por enquanto não existe acesso às mensagens para ver se foram tiradas de contexto. Em suma, Mourão disse que a intenção dos criminosos é atacar aquilo que é o maior patrimônio das pessoas de bem: a honra e a dignidade.

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *