Jogador que fez parte da equipe pentacampeã mundial de futebol, em 2002, fez elogios ao ex-presidente Lula, durante entrevista à TV equatoriana

Ex-jogador da Seleção de 2002 ‘destoa’ ao elogiar Lula em TV estrangeira

A Seleção Brasileira de Futebol logrou êxito ao vencer a Copa do Mundo de 2002. Porém, o que vem à tona é que um de seus principais jogadores, considerado o melhor lateral esquerdo do mundo, concedeu entrevista à televisão equatoriana e fez elogios ao ex-presidente Lula. Porém, vale ressaltar que em nenhum momento ele se manifestou sobre a corrupção petista.

A Copa do Mundo de 2002 pôde redimir o país após o fracasso da Copa de 1998, quando  a Seleção Brasileira foi vice-campeã mundial. A equipe dirigida pelo técnico Luiz Felipe Scolari alcançou o mais alto lugar no pódio do futebol. A Canarinha se tornava a única pentacampeã do planeta. Embora um jogador considerado fundamental teve extrema relevância para a conquista, não se pode dizer o mesmo, em se tratando da política. Trata-se do lateral-esquerdo da Seleção Brasileira de 2002, Roberto Carlos da Silva Rocha.

Elogios a presidiário

Durante uma entrevista concedida a TV Russia Today, no Equador, o ex-jogador Roberto Carlos teceu fortes elogios ao ex-presidente Lula.  Vale lembrar que a entrevista foi concedida ao ex-presidente do país, Rafael Correa. O equatoriano é esquerdista e foi um forte aliado de Lula na América Latina.

Entretanto, vale lembrar que o ex-presidente equatoriano é alvo de investigações de corrupção em seu país. O político entrevistou o ex-jogador brasileiro Roberto Carlos. O ex-futebolista denotou suas preferências políticas e ao ignorar a corrupção do PT no Brasil, teceu elogios a Lula.

Ao se referir em relação ao ex-mandatário petista, Roberto Carlos disse que “com Lula o Brasil conseguiu acabar com a pobreza, mas que agora teria voltado ao terceiro mundo”. As palavras do lateral repercutiram muito mal. O mesmo ignorou que durante os governos petistas, um dos maiores escândalos de corrupção de toda a história da humanidade foi deflagrado; o “Petrolão”.

Porém, o ex-presidente Lula cumpre pena de prisão, de mais de doze anos de cadeia por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A sentença foi proferida pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. O processo que resultou na condenação do petista se refere ao caso do Tríplex do Guarujá.

Lula teria angariado o imóvel por meio de recursos ilícitos oriundos de empreiteiras envolvidas na corrupção da Petrobrás. Há ainda quase certeza que Lula seja também condenado no caso referente à posse do sítio de Atibaia. O imóvel no interior de São Paulo também teria sido obtido por dinheiro ilegal, proveniente dos cofres públicos da maior estatal do país.

Diretor de Redação do Brasil no Ato

Nasceu em 11 de julho de 1979.

Graduado em Jornalismo pela Uscs (Universidade Municipal de São Caetano do Sul-SP).

Leandro atua na área da Comunicação Social e é idealizador do site Brasil no Ato.

Realiza trabalhos jornalísticos e de locução para empresas.

Dentre os cursos realizados, destaca-se o curso de Locutor Noticiarista de Televisão, pelo Senac.

Atua com o propósito de implementar um jornalismo sério, independente e com credibilidade.

 

E-mail: leandrocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 8747 0146

Fonte:BR18
Comentários: 1

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *