Estudantes protestam e hostilizam STF em evento na Universidade de Coimbra
Estudantes protestam e hostilizam STF em evento na Universidade de Coimbra

Estudantes xingam STF e Lewandowski tem decisão inusitada

Um grupo de estudantes invadiu um evento na Universidade de Coimbra para protestar a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e contra a presença do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, nesta quinta-feira (04). Eles seguravam cartazes escritos: “Marielle Vive”, “Cadeia para Witzel” e chamavam os ministros do Supremo Tribunal Federal de “golpistas” e “fascistas”. Alexandre de Moraes era o mais hostilizado.

Na sala, estavam três ministros da Corte: além de Moraes, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello. Atacado com palavras ofensivas, Moraes decidiu ir para o fundo da sala ler um livro. Marco Aurélio ficou intacto apenas ouvindo os protestos. No entanto, Lewandowski teve uma reação diferente. O ministro chegou a ir de encontro com alguns manifestantes e os abraçou.

O evento acabou sendo encerrado. Vale ressaltar que na maioria de suas decisões, Lewandowski tem votado a favor de Lula. Em suma, a impressão que fica é que o ministro estava de acordo com aquele protesto ou entendia a mensagem que eles queriam passar. Entretanto, os ministros não se manifestaram sobre o ocorrido.

Veja a gravação:

Editor e redator do Brasil no Ato

Nasceu em 06 de julho de 1980.

Graduado em Administração de Empresas pela FSA (Fundação Santo André-SP).

Juliano é colaborador do site Blasting News e Blasting Pop e formado em SEO pelo Senac.

 

e-mail: julianocari@hotmail.com

Telefone: (11) 9 7506 4202

Comentários: 0

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *