Juiz Sérgio Moro mostra que Lula tentou jogar culpa de tríplex na esposa

O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (12), a mais de nove anos e seis meses de cadeia. Moro é o titular  da décima terceira Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba, no Paraná. O magistrado paranaense é o responsável pela condução em primeira instância, da Operação Lava Jato.  Em sua sentença, o juiz enumerou algumas “tentativas” por parte da defesa de Lula em tentar “desvencilhar” o petista, em relação ao caso do tríplex.

Vale ressaltar que o apartamento de luxo, localizado em Guarujá, litoral de São Paulo foi atribuído ao ex-presidente. A acusação do Ministério Público Federal reuniu provas e documentos que confirmaram a posse do imóvel pelo ex-mandatário. Após ter ciência e a consequente análise das evidências, Moro decretou sua sentença.

Tentativa de ‘culpar’ Marisa Letícia

O juiz Sergio Moro afirmou em sua decisão, que a defesa de Lula tentou conferir à falecida esposa Marisa Letícia, a responsabilidade pelo imóvel. A tentativa acabou sendo “frustrada”, já que o magistrado percebeu de pronto a “jogada”. Não é de se “espantar” que Lula tenha pensado nisso, pois, o fato dele ter praticamente feito uma espécie de “comício” no velório da esposa, já se denota como terrível.

Entretanto, os advogados de Lula afirmaram que o juiz Sérgio Moro teria se utilizado de “especulação para a justificação” da condenação ao ex-presidente. Lula foi condenado pela prática de crimes como corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele responde a mais quatro processos no âmbito da Operação Lava Jato. Em sua sentença, Moro salientou que Lula teria recebido a quantia de R$ 2,2 milhões em propinas. Tudo seria oriundo da construtora OAS.  Segundo a decisão do juiz,  tudo se concretizou por meio de um contexto de “corrupção sistêmica” na Petrobras.  Segundo Moro, haveria também relação considerada “espúria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *